Baby Boomers, Geração X, Millenials… e agora chega a Geração Z! À medida que a nova Geração entra no mercado laboral, é crucial para as organizações compreendê-la, sabendo como a atrair e reter.

Mas quem é a Geração Z?

Nascidos entre 1995 e 2005, estes jovens cresceram em contacto com as tecnologias. Isto teve um enorme impacto na sua educação e forma de relacionamento: estão habituados a aceder facilmente à informação e a estar sempre conectados, sendo críticos e curiosos. No entanto, este excesso de estímulos pode provocar impaciência, dificuldades de concentração e sentimentos de isolamento. 
No geral, são muito independentes. As possibilidades de aprendizagem oferecidas na internet permitem-lhes autoformação num vasto leque de áreas. São muito qualificados, com grande tendência para o empreendimento, sensibilidade e criatividade.
Contudo, apresentam um menor nível de compromisso. Habituados à sua independência e criados em plena crise económica, a sua confiança na empresa é reduzida, não hesitando em abandoná-la para procurar algo mais aliciante.
Além disso, estudos mostram que são perfis muito propensos ao stress, ansiedade e até depressão. Uma pesquisa efetuada nos Estados Unidos revelou que os  seus maiores medos são os quadros depressivos e o bullying. Algo não muito surpreendente, numa atualidade marcada pela tecnologia e redes sociais, que tanto nos expõem ao mundo, como nos isolam dele, substituindo muitas vezes o contacto humano pelo ecrã.

Do que necessita então uma empresa para atrair a Geração Z? 

Impacto social e humano: alterações climáticas, recessão, bem estar físico e mental… a Geração Z pretende que se aja sobre os problemas atuais. Privilegiam empresas com impacto positivo no ambiente e na sociedade e que se preocupem com os seus colaboradores.  
Inovação: são perfis dinâmicos, participativos habituados ao rápido desenvolvimento tecnológico. Isto torna-os inovadores, procurando constantemente formas de se reinventarem. 
Flexibilidade laboral: horários flexíveis ou reduzidos, oportunidade de trabalho remoto… a Geração Z é muito clara na valorização da vida além do trabalho. 
A Geração Z irá trazer mais-valias, mas também desafios, às organizações. Apenas quem acompanhar e adaptar-se à mudança conseguirá motivar o novo talento.
Pretende reforçar a sua equipa? Contacte-nos

Pretende recrutar?

Contacte-nos

Estudos Salariais

Apresentamos uma análise salarial de diversas funções nos diferentes setores de atividade.

Saiba mais
Mantenha-se atualizado
Para que possamos ajudá-lo a construir uma carreira sólida, sugerimos que receba uma atualização semanal gratuita do novo conteúdo no seu e-mail.