A Michael Page Interim Management realizou a primeira edição do Prémio Melhor Colaborador Temporário do Ano. O prémio foi atribuído a Helena Matafome que, em regime de Trabalho Temporário, assumiu durante 08 meses a função de Finance Manager da MTV, substituindo a Responsável Financeira, Patrícia Andrez, durante a sua licença de maternidade.

Decidimos criar este prémio para mostrar que realmente é possível o Trabalho Temporário ser um caso de sucesso e que existem cada vez mais pessoas com um alto nível de qualificação a aceitar este tipo de desafio” avança Álvaro Fernández, diretor geral da Michael Page.

Helena Matafome afirma: “A realidade do Trabalho Temporário começa a ser mais normal, mais aceitável, e a ser vista como uma oportunidade para o trabalhador aumentar a sua rede de contactos, conhecimentos e continuar a crescer profissionalmente”.

Uma excelente adaptação à empresa

Vitor Mourão, diretor geral da MTV, afirma: “Confesso que tinha reservas em relação ao Trabalho Temporário porque sabia que, por melhor que fosse o acolhimento, iria sempre haver uma fase de adaptação e pensava que quando a Helena se sentisse finalmente integrada, o projeto estaria a chegar ao fim. Assim, tentei que toda a equipa trabalhasse para ajudar na adaptação, para que a integração em toda a estrutura fosse o mais rápida possível e isso de facto aconteceu”.

Helena Matafome corrobora: “Todos os colaboradores se disponibilizaram desde o início para responder às minhas perguntas e acredito que esse também foi um dos fatores críticos para o sucesso. Senti-me de imediato como um novo membro de equipa, trabalhando em conjunto e sem “sentir” nenhum tipo de preconceito, por ser uma função temporária.

 Motivações para o Trabalho Temporário

 “Os projetos de Trabalho Temporário e Interim Management  permitem ao profissional incrementar a sua experiência profissional e aumentar a sua rede de contactos. Todas as pessoas da empresa onde o trabalhador realizou o seu projeto se vão lembrar dele. E se houver alguma oportunidade interna vão muito provavelmente voltar a contratá-lo, pois confiam nele”, explica Álvaro Fernández.

Vitor Mourão acrescenta: “Do ponto de vista do trabalhador, a disponibilidade para aceitar um desafio destes depende muito do nível de atratividade da empresa e projeto. Tentei motivar a Helena, mostrando que, apesar de este ser um projeto datado, representa uma oportunidade e que vai sair daqui muito mais confiante, valorizada e rica enquanto pessoa e enquanto profissional”.

Fortes perspetivas de crescimento

Em Portugal, espera-se que tanto o Trabalho Temporário como o Interim Management se tornem peças-chave do mercado laboral. De facto, a esmagadora maioria dos profissionais (78,6%) e mais de metade dos empregadores inquiridos no Relatório Global (53,8%) acreditam que a necessidade de trabalhadores temporários irá aumentar nos próximos anos. “Habitualmente, nos ambientes multinacionais a adaptação a este tipo de projetos é mais fácil pois são empresas que estão mais acostumadas a uma cultura de mudanças do que uma organização tradicional, em que a tomada de decisões é mais lenta. De qualquer forma, pouco a pouco, as empresas nacionais começam a profissionalizar-se. A emigração de talentos é sempre vista como uma coisa negativa mas as pessoas que saíram irão regressar certamente e trarão novas filosofias e formas de profissionalização, bem como uma mentalidade mais aberta e dinâmica”, avança Álvaro Fernández.

No caso da MTV, apesar de algumas dúvidas iniciais, o balanço é indubitavelmente positivo. “Esta é uma experiência que nunca vou esquecer. Para mim, foi uma grande oportunidade, a nível profissional mas sobretudo a nível pessoal. Era muito importante para mim, agarrar-me com toda a minha energia a este desafio e ter sucesso no meu desempenho, pois a aposta da MTV teria que ser bem sucedida” explica Helena Matafome. Vitor Mourão conclui: “Não tenho dúvidas de que a Helena permanecerá uma embaixatriz das nossas marcas. Já faz parte da família MTV e toda a equipa terá para com ela um carinho muito especial. Independentemente do caminho que a carreira dela tomar, não vai perder a ligação connosco”.

Se é um candidato, por favor envie-nos o seu CV, clicando aqui. Os CVs submetidos através deste formulário não serão considerados.

Confie-nos o seu recrutamento

Mantenha-se atualizado
Para que possamos ajudá-lo a construir uma carreira sólida, sugerimos que receba uma atualização semanal gratuita do novo conteúdo no seu e-mail.