A pandemia da COVID-19 acelerou a integração de muitos aspetos no ambiente de trabalho, desde a digitalização até ao horário de trabalho flexível, passando pelo recrutamento remoto até à formação virtual de equipas. Também salientou que, apesar de o escritório em casa ter sido produtivo para a maior parte das pessoas que puderam fazê-lo, houve profissionais que desejaram fortemente regressar ao local de trabalho.

Para apoiar esta situação, a maioria (83%) dos empregadores proporcionou aos seus colaboradores uma forma claramente definida e segura de regressar ao escritório e muitos (45,3%) também deram aos seus colaboradores a possibilidade de optar por regressar ou não ao respetivo local de trabalho.

21,7% dos profissionais que responderam ao nosso inquérito indicaram que lhes foi solicitado que regressassem a tempo inteiro ao local de trabalho, em comparação com 17,9% a quem foi solicitado que regressassem entre 1 e 4 dias por semana e 15,1% a quem foi oferecida liberdade de escolha relativamente ao seu regresso.

No geral, 78,6% dos inquiridos demonstraram uma atitude neutra ou satisfeita em relação à probabilidade de regresso ao respetivo local de trabalho. Apenas 21,4% se mostraram insatisfeitos, o que salienta que as pessoas pretendem regressar à "normalidade", mesmo que o trabalho remoto, ou escritório em casa, seja possível.

Tal pode dever-se ao facto de 31,7% dos profissionais questionados estarem preocupados com a manutenção dos seus empregos durante os próximos 6 meses, com 30,5% a mostrarem-se preocupados com a manutenção da sua função durante os próximos 12 meses. No entanto, 50,3% estavam certos de que manteriam a sua função durante 6 meses, com 49,1% certos de que o mesmo se poderia dizer para os próximos 12 meses.

De que forma é que a comunicação entre empregadores e colaboradores se desenvolveu durante a pandemia?

Durante a pandemia, os empregadores tiveram de comunicar com os seus colaboradores de diferentes formas e sobre diferentes temas.

57,5% dos profissionais afirmaram que a sua empresa facilitava o trabalho a partir de casa de forma adequada e 41,9% explicaram que as instruções eram claras relativamente a estas novas práticas e processos, o que significa que consideraram estas comunicações claras e fáceis de compreender.

No que diz respeito à comunicação sobre a solidez financeira e a realidade atual da empresa, o número de pessoas satisfeitas é de 46,1%. Este valor corresponde aos sentimentos dos profissionais relativamente às comunicações da empresa acerca da sua visão do futuro após o confinamento/a pandemia.

A nível das comunicações da empresa acerca da sua visão do futuro após o confinamento/a pandemia, 31,1% dos profissionais estavam satisfeitos, com 28,1% a demonstrarem uma atitude neutra, e 40,7% insatisfeitos. Esta situação realça as dificuldades que as empresas identificaram em termos de capacidade de compreensão de como será o futuro e da respetiva explicação à sua força de trabalho – e o impacto que a crise sanitária teve no planeamento a curto, médio e longo prazo.

Os candidatos a emprego estão a candidatar-se a funções no seu setor ou em novos setores?

Alguns setores sentiram o impacto da crise sanitária mais do que outros. O turismo e a aviação, por exemplo, sofreram um enorme impacto e continuam a sofrê-lo. Este pode ser um dos motivos pelos quais 34,1% dos candidatos a emprego, em outubro e novembro, se candidataram a qualquer oportunidade, independentemente do setor. Contudo, com 42,7% dos candidatos a continuarem a procurar funções na sua área, acreditamos que ainda não nos encontramos num ponto crítico para que a maioria dos profissionais procure mudar de setor.

Os consultores da Michael Page podem ajudar a compreender os benefícios de incorporar talentos na sua equipa de um outro setor. Não hesite em entrar em contacto com um dos nossos especialistas.

Publicado a 22/12/2020

Se é um candidato, por favor envie-nos o seu CV, clicando aqui. Os CVs submetidos através deste formulário não serão considerados.

Confie-nos o seu recrutamento

Mantenha-se atualizado
Para que possamos ajudá-lo a construir uma carreira sólida, sugerimos que receba uma atualização semanal gratuita do novo conteúdo no seu e-mail.