A análise do projeto é um elemento crítico no processo de recrutamento. Ao anunciar uma oportunidade, considere as responsabilidades que a função envolve atualmente e o que poderia ser acrescentado ou retirado agora que está a contratar um novo colaborador. Esta é uma boa oportunidade para introduzir mudanças e eliminar más práticas que possam ter-se instalado.

Porquê realizar uma análise do projeto?

É vital saber exatamente o que procura num novo colaborador antes de iniciar o processo de recrutamento. A análise de um projeto é o processo utilizado para recolher informações acerca dos deveres, responsabilidades, competências necessárias e ambiente de trabalho de um emprego específico. Necessita do maior número de informações possível acerca do projeto para poder elaborar uma descrição de funções eficaz.

A análise do projeto deve responder às seguintes perguntas:

  • O que envolve o projeto? Que tipo de tarefas inclui? Que tipo de competências serão necessárias para realizar essas tarefas: competências comunicacionais, competências administrativas, competências de venda, competências de liderança? 
  • Que tipo de conhecimento requer: equipamento, software, línguas estrangeiras? 
  • Que tipo de comportamento é necessário? O candidato deve ser simpático, flexível, atencioso, etc.?
  • Em que contexto é a função realizada? Está em contacto constante com clientes ou outros colaboradores?
  • Que níveis de responsabilidade existem? A quem reportaria o profissional e de que tipo de supervisão iria necessitar?                   
  • Como é que as condições de trabalho afetariam a pessoa a recrutar?

Como recolher as informações

Existem várias formas de recolher as informações para uma análise do projeto. Indicamos algumas pessoas que podem ajudá-lo a ter uma imagem mais clara dos requisitos de emprego:

  • Alguém que tenha realizado a função no passado: esta pessoa terá uma grande quantidade de informações acerca do projeto, embora possam ser parciais, consoante a sua experiência. Se a função for nova, deverá falar com a fonte mais precisa seguinte;
  • O grupo ou equipa no contexto do qual as funções deverão ser realizadas: numa unidade de negócio menor, trabalhando sob pressão, é provável que os colaboradores existentes já estejam a realizar parte das funções do novo projeto;
  • O chefe ou a pessoa que é diretamente responsável por supervisionar o novo colaborador: é importante ter presente que esta não é uma fonte muito precisa de informações relativas à função, pois esta pessoa poderá oferecer critérios relacionados com as suas próprias preferências. 

Quando possível, deve utilizar sempre mais do que uma fonte de informações ao decidir os requisitos requeridos pela função.

Se tiver dificuldade para obter as informações de que necessita das fontes acima, procure falar com colaboradores e supervisores de outras empresas que ocupem cargos semelhantes.

Importa reter que estamos a falar de uma avaliação do projeto, não da pessoa que realiza as funções. O produto final de uma análise de projeto inclui uma compreensão minuciosa de uma lista de todos os deveres e responsabilidades, uma percentagem do tempo despendido para cada grupo de tarefas, a importância da função no contexto da organização, os conhecimentos, competências e capacidades necessários para desempenhar as funções e as condições em que o trabalho é realizado.

Assim que tiver concluído uma análise minuciosa do projeto, conseguirá elaborar a descrição de funções e iniciar o processo de recrutamento tendo plena consciência de que sabe exatamente o que procura. 

A Michael Page pode ajudá-lo(a) a encontrar o candidato perfeito para a função. Contacte os nossos consultores  ou submeta um descritivo de funções agora mesmo.

Se é um candidato, por favor envie-nos o seu CV, clicando aqui. Os CVs submetidos através deste formulário não serão considerados.

Confie-nos o seu recrutamento

Mantenha-se atualizado
Para que possamos ajudá-lo a construir uma carreira sólida, sugerimos que receba uma atualização semanal gratuita do novo conteúdo no seu e-mail.