Ao recrutar um trabalhador por um curto período, o processo de contratação pode tornar-se bastante simples para a sua organização, uma vez que a empresa de Trabalho Temporário  tratará do salário do colaborador, assim como de toda a documentação necessária. Assim, apenas tem de selecionar o candidato que melhor se adequa ao projeto.

De um modo geral, o CV  apresentado para um projeto temporário deve respeitar os requisitos de layout e as expectativas de um CV de um trabalhador permanente. Contudo, existem alguns fatores específicos que deve ter em consideração, de forma a escolher a contratação certa.

As melhores skills são as transmissíveis

As skills transmissíveis são aquelas que podem ser usadas numa variedade de funções, não sendo necessariamente skills técnicas. Destacamos exemplos como uma forte capacidade de comunicação, resistência à pressão , gestão de tempo, entre outras.

Estas são imperativos para o funcionamento diário de um negócio e podem ser um bom ponto de partida para a escolha do profissional. Sugerimos que, durante a entrevista, peça ao candidato exemplos concretos em que as suas skills transferíveis tenham tido um impacto positivo na empresa para a qual trabalhou.

Analisar o CV de forma transversal

Na análise do currículo de um candidato que trabalhou sobretudo em projetos temporários, lembre-se de que é mais difícil para estes colaboradores demonstrarem um impacto muito significativo nos resultados da empresa, pelo curto espaço de tempo em que lá trabalharam. Podem também apresentar uma experiência menos detalhada em áreas de especialização e mais generalista. Nestes casos, é importante refletir como skills e experiência do profissional podem ser aplicadas no seu contexto de negócio.

Por exemplo, um candidato com experiência rececionista pode ter skills  adequadas para uma função de contato direto com o cliente; uma pessoa com experiência de introdução de dados pode ter capacidades organizacionais para um papel administrativo; alguém que trabalhou num call centre pode ter um bom perfil para uma posição comercial.

Exemplos concretos

Como pode avaliar de forma eficiente as competências do candidato, quando tem muita urgência em recrutar?

Pedir exemplos durante a entrevista é a forma mais direta de se certificar que o candidato tem a experiência necessária. Muitos trabalhadores temporários são frequentemente colocados em situações onde têm que se adaptar rapidamente à cultura de uma equipa. Assim, verificar as referências do candidato pode ser uma boa forma de ter a certeza de que será uma mais valia para a sua organização.

A empresa de trabalho temporário poderá ajudá-lo neste processo, aplicando testes de aptidão aos candidatos, que poderão ajudá-lo a compreender de forma mais profunda o perfil do candidato.

Espaços em branco no CV - o que significam?

É um mito comum dizer-se que um trabalhador temporário tem poucas habilitações ou experiência. Raramente isso acontece. Muitos destes trabalhadores têm razões legítimas para períodos sem trabalhar, como formações complementares, melhoria das suas competências ou o simples término do projeto específico para o qual foram contratados. Muitos também optam por este tipo de contratos pela flexibilidade, variedade de oferta e possibilidade de trabalhar em áreas diversificadas.

Esta é a razão pela qual é importante não descartar candidatos de função temporária, com base apenas em eventuais lacunas no seu CV. Caso o candidato não o explique no CV, coloque as suas dúvidas durante a entrevista e assim poderá encontrar explicações perfeitamente razoáveis para eventuais períodos de inatividade.

Pretende recrutar em regime de trabalho temporário? Contacte-nos.

Se é um candidato, por favor envie-nos o seu CV, clicando aqui. Os CVs submetidos através deste formulário não serão considerados.

Confie-nos o seu recrutamento

Mantenha-se atualizado
Para que possamos ajudá-lo a construir uma carreira sólida, sugerimos que receba uma atualização semanal gratuita do novo conteúdo no seu e-mail.