As segundas entrevistas estão a tornar-se cada vez mais comuns, com as empresas a necessitarem de encontrar o melhor candidato para a função e a quererem saber o máximo possível sobre o mesmo. Se foi convidado para uma segunda entrevista, podemos afirmar que foi bem-sucedido na primeira. Foi de encontro às expectativas e a chefia está seriamente a considerá-lo para a função. No entanto, não está sozinho. A segunda entrevista será para avaliar os melhores candidatos e tomar a decisão final sobre quem será mais adequado para a função.

O que é diferente nesta entrevista, o que deve de estar à espera e como é que se deve preparar? Estas são as questões que necessita de colocar antecipadamente e, com a preparação correta, ficará numa ótima posição.

O que é diferente numa segunda entrevista?

A primeira entrevista é geralmente para testar competências básicas, discutir o seu percurso profissional e perceber se a sua personalidade será adequada. As questões estarão alinhadas com o seu CV e a descrição da função. Será provável que peçam para partilhar um pouco sobre si e quais são as suas motivações, e terá a oportunidade de fazer as suas questões. Se foi convidado para uma segunda entrevista, pode assumir que respondeu às questões de uma forma satisfatória e impressionou o entrevistador. Conseguem idealizá-lo na função, mas têm mais algumas questões para lhe fazer.

A segunda entrevista é realizada para determinar o que o separa dos outros candidatos que estão a ser considerados. Irão tentar perceber qual é o seu método de trabalho, as suas competência específicas e a experiência que possui para que seja bem-sucedido. É também provável que façam questões relativas a dúvidas sobre si que não foram esclarecidas na primeira entrevista. É possível que conheça outros membros da empresa, com quem poderá trabalhar em conjunto no futuro. Em muitas destas entrevistas é necessário

preparar uma apresentação, um relatório ou algo que o desafie a mostrar as suas competências e que o seu perfil é adequado à função.

O que deve esperar numa segunda entrevista?

Espere ser desafiado. A segunda entrevista pode ser mais intensa do que a anterior. Isto será parcialmente devido ao facto de se sentir mais perto de conseguir o emprego e as expectativas elevarem-se, mas também porque o entrevistador irá procurar desafiá-lo e talvez colocá-lo sob pressão para perceber como reage. Irão abordar questões sobre alguma fraqueza que tenham encontrado na primeira entrevista, e talvez dizer-lhe que não estão certos da sua contratação. É uma forma de avaliar a sua reação, como responde e se consegue mostrar que pretende mesmo fazer parte do projeto.

Poderá ser-lhe pedido antecipadamente para preparar algo para apresentar a um painel. Por exemplo, numa função de marketing, é possível que lhe seja pedido um plano de uma campanha; numa função de finance poderá ser um relatório sobre dados fornecidos; ou numa função de project management poderá realizar uma análise de risco num plano de transformação existente. O que lhe é solicitado estará alinhado com as responsabilidades da função para a qual está a ser entrevistado e dá-lhe uma excelente oportunidade para demonstrar as suas competências e o seu conhecimento da empresa.

Como é que se deve preparar?

A preparação é essencial para qualquer entrevista, mas é extremamente importante numa segunda. Necessita de mostrar que tem um conhecimento da empresa, dos seus objetivos operacionais e de que forma o departamento onde poderá trabalhar é adequado a si. Pesquise a empresa, assim como as pessoas que vai conhecer. Se tiver a possibilidade, mostre que compreende o negócio, as pessoas e como será adequado e acrescentará valor, mostrando que é a pessoa certa para a função.

Possíveis questões de uma segunda entrevista:

Que competências considera necessárias para esta função?

Esta é uma oportunidade para se vender. Identifique as características necessárias para que haja um bom desempenho e exponha exemplos das suas competências nestas áreas.

O que acha que podemos melhorar?

Esta não é uma questão enganadora. Deve sentir-se confortável em indicar as áreas que reparou que podem ser melhoradas. Pode ser o website, o layout de uma loja ou até uma peça tecnológica que pode melhorar a produtividade. Evite ser demasiado crítico, mas mostre que tem ideias para retificar problemas que encontrou.

Quais são os seus objetivos profissionais?

O entrevistador quer perceber pensou seriamente no que pretende para a sua carreira. É provável que procurem alguém que fique na empresa a longo prazo. É sempre uma boa ideia dar alguns detalhes; não diga apenas que quer ser um manager, mostre que pensou sobre o tipo de trabalho ou de pessoas que pretende gerir. Poderá estar interessado em gerir uma equipa responsável por um projeto de transformação, gerir os relacionamentos com os clientes de alto nível; terá mais impacto se demonstrar que se dedicou a este tema.

O que o entusiasma mais neste projeto?

Deverão ter-lhe questionado na primeira entrevista o motivo do seu interesse no projeto, mas desta vez procuram as suas motivações mais profundas. É também uma oportunidade de mostrar que está a investir na função, na empresa e no seu futuro. Quais são as responsabilidades da descrição da função que lhe interessaram particularmente e porque motivo pretende pertencer ao percurso da empresa?