You are here

Tendências dos Shared Services Centres em Portugal

Os Shared Services Centres (SSC) estão a tornar-se uma realidade cada vez mais comum no mundo corporativo. Desde 1980 que os mais variados países do Mundo começaram a investir nestes centros, liderando uma mudança a nível logístico e operacional e moldando a forma como funciona o quotidiano empresarial. Atualmente, os SSC estão a tornar-se cada vez mais atrativos para negócios que se querem diversificar e expandir a sua atividade para novos países.

 

O que é um SSC?

Um SSC, ou Centro de Serviços Partilhados, é uma entidade que existe dentro de uma empresa, mas que se encontra geograficamente separada da sua sede. É utilizado para centralizar serviços, criando um ponto único na organização, onde os vários elementos do negócio podem trabalhar em harmonia (nomeadamente funções de suporte como Contabilidade, TI e Recursos Humanos). Estes Centros permitem uma maior racionalização dos serviços, reduzindo custos e dando uma variável multinacional ao negócio. Além disso, o seu posicionamento em países estrangeiros significa, na maioria das vezes, um maior espetro de talento e a possibilidade de atrair expatriados que queiram integrar uma estrutura corporativa fora do seu país natal.

Também  neste ponto Portugal se destaca, uma vez que cada vez mais é considerado um país atrativo e viável para a criação de SSC. Os investidores estrangeiros que estão à procura de um local onde implementar os seus SSC podem olhar para Portugal como sendo um país atrativo para investir o seu dinheiro.

 

Porquê Portugal?

A recessão afetou bastante Portugal. Com a taxa de desemprego na ordem dos 12.2%, somos um país que precisa de investimento e da criação de postos de trabalho. Assim, se as empresas pretendem reestruturar-se, reduzir custos ou redimensionar-se, Portugal é uma excelente aposta para a implementação de um modelo de SSC. A natureza multifacetada dos SSC atrai o mais diverso talento e demonstra como estes centros podem ajudar as economias locais a desenvolver-se e crescer.

Portugal apresenta-se ainda como sendo um dos países mais inovadores da União Europeia. O Community Innovation Survey analisou a inovação baseando-se em produtos, processos e marketing organizacional, concluindo que cerca de 54% das empresas localizadas em Portugal com dez ou mais colaboradores são consideradas inovadoras.

 

Custo efetivo

A seguir à Irlanda, Portugal é o segundo país europeu mais atrativo para a implementação de SSC. Esta realidade é o resultado de salários competitivos, boas infraestruturas internas, oferta de vastas competências ao nível dos idiomas e incentivos diretos e indiretos.

 

Estilo de Vida Mediterrâneo

Cidades como Lisboa e o Porto oferecem um ambiente descontraído característico do estilo de vida mediterrânico. Este é um fator importante na hora de atrair o talento certo – a possibilidade de evoluir na carreira e ter a oportunidade de ver o pôr-do-sol com vista para o mar faz com que Portugal seja uma escolha atrativa. É o exemplo perfeito do equilíbrio entre vida profissional e pessoal.

 

Localização Estratégica

Portugal é um país com uma localização altamente estratégica, demonstrado assim porque é que se torna no local ideal para um SSC. Situado numa extremidade da Europa, a Norte de África e a Este da América, constitui um excelente ponto de comércio, com estabilidade política e económica e com profissionais altamente qualificados – fazendo deste local a geografia perfeito para a criação de um SSC.