You are here

As dez qualidades de liderança mais importantes

O sucesso de uma empresa depende consideravelmente das capacidades de liderança dos seus gestores. Quem ocupa um cargo superior e quer liderar colaboradores de forma competente deve ter qualidades de liderança. Algumas destas capacidades de liderança podem ser aprendidas, enquanto outras são traços da personalidade. Um requisito para as competências de liderança é ter um sentido natural de autoridade e sentir-se confortável num cargo de liderança, pois só então os seus colaboradores irão confiar em si e permitir-lhe liderar. Descrevemos abaixo as dez qualidades de liderança consideradas mais importantes pelos consultores de recrutamento e psicólogos:

1. Comunicação

A capacidade para comunicar é considerada uma qualidade de liderança importante por muitos. Não surpreende, visto que uma grande parte das funções de um gestor envolve comunicar conteúdos e estratégias interna e externamente. No entanto, este fluxo de informação poderá não ser unilateral, uma vez que os bons chefes têm sempre um ouvido atento às preocupações dos seus colaboradores. A comunicação bem-sucedida requer um toque diplomático – também esta é uma qualidade de liderança importante.

2. Dar um bom exemplo

Os líderes também funcionam como modelos, uma vez que são observados constantemente. Os supervisores que pedem algo dos seus colaboradores que eles próprios não fazem rapidamente perdem a sua credibilidade.

3. Prontidão para aceitar e dar responsabilidades

Alguém tem de tomar decisões e assumir a responsabilidade e geralmente essa pessoa é o chefe. No entanto, as competências de liderança também podem ser vistas como uma capacidade para renunciar a responsabilidade e delegar tarefas. Aqueles que passam responsabilidades para os seus colaboradores motivam-nos e asseguram a sua lealdade.

4. Motivação

Motivar os colaboradores, inspirá-los e promover o entusiasmo pelos projetos é uma das qualidades de liderança mais importantes e uma chave para o sucesso, porque apenas os colaboradores motivados são bons colaboradores.

5. Reconhecer e promover o potencial

Os gestores com qualidades de liderança têm um sentido apurado de como as pessoas funcionam: reconhecem capacidades especiais e sabem como utilizá-las em prol da empresa. Em vez de se assustarem com potenciais concorrentes, esses gestores incentivam os colaboradores talentosos e motivados a transformarem-se em novos líderes.

6. Tolerar os erros

Os erros acontecem e ninguém está imune. Mas aprendemos com eles. Assim, enquanto chefe, deve mostrar um certo grau de tolerância para com os erros. Em vez de se irritar e criticar, trabalhe em conjunto para os analisar de modo a que não se repitam. Os colaboradores que têm medo de cometer erros e dos seus supervisores não podem trabalhar eficientemente ou com liberdade.

7. Flexibilidade

Os supervisores devem ser capazes de ajustar o seu estilo de liderança à situação, o que exige flexibilidade e intuição.

8. Definir objetivos e expetativas

Os colaboradores apenas podem trabalhar de forma orientada para os objetivos quando lhes é explicado claramente o que se espera deles. Aqueles que atribuem à sua equipa tarefas desafiadoras com prazos claros e realistas podem esperar bons resultados.

9. Autorreflexão

Todos temos pontos fortes e fracos, até os supervisores. Quanto mais ciente estiver das suas próprias capacidades e mais aberto(a) for em relação às mesmas, mais sucesso terá como líder.

10. Autenticidade

Mesmo sendo o(a) chefe, deve ser você mesmo(a) e descobrir o seu próprio estilo de liderança individual. Aqueles que fingem ser algo que não são ou se escondem atrás das suas funções de supervisor são vistos como não sendo autênticos e, com o tempo, não serão líderes bem-sucedidos.