You are here

Desenvolver a sua marca pessoal

Pense em algumas marcas de que goste. Porquê escolher estas marcas em vez de outras? Como comunicam consigo e porque atraem os seus clientes? Cada marca exala uma personalidade que pode atraí-lo(a) ou excluí-lo(a), e a sua finalidade derradeira é fomentar a sensibilização para a marca, instigar confiança e atraí-lo(a) para os seus produtos ou serviços.

Qual é a sua marca pessoal?

Com a sua marca pessoal, o seu percurso é o "produto" que deve ser comercializado. A sua marca pessoal é o pacote de competências, experiência e personalidade que deve promover junto dos potenciais empregadores durante a sua procura de emprego. Essencialmente, é a gestão da sua marca e competências de marketing eficazes que o(a) ajudarão a chamar a atenção de um empregador e a tornar-se a sua "marca de eleição" (ou seja, o candidato bem-sucedido).

O mercado de recrutamento está inundado de centenas de marcas pessoais, todas competindo por atenção, e a concorrência é feroz. Através do seu CV e da entrevista, poderá promover a sua marca pessoal, causar realmente impacto e destacar-se da multidão.

Como criar uma marca pessoal forte:

1. Identifique o seu público-alvo

Cada marca deve compreender o seu público, para que possa ser direcionada nos seus esforços de marketing e falar diretamente às pessoas que importam. Com isso em mente, deve esforçar-se por compreender inteiramente o seu público-alvo (os seus potenciais empregadores). Terá de fazer pesquisas de mercado e consultar os seus websites, páginas de redes sociais e quaisquer outras informações acerca das empresas em questão. Informe-se minuciosamente das suas atividades comerciais, da sua posição no mercado e dos seus principais concorrentes. Além disso, utilize a descrição da função para compreender as necessidades do empregador.

2. Compreenda o USP da sua marca pessoal

Qual é o seu ponto de venda único? O que tem a sua proposta de colaborador que faz de si um ótimo partido? Deve promover o que o(a) torna especial e atrativo(a) para uma empresa. Talvez seja uma combinação única de competências ou alguma formação específica que tenha realizado. Pode ser inclusivamente a sua experiência profissional combinada com os seus interesses profissionais fora do trabalho. Saiba o que o(a) torna um candidato apelativo e promova esses fatores eficazmente.

3. Brilhe!

Muitas marcas oferecem o mesmo serviço ou vendem um produto semelhante, mas algumas fazem simplesmente com que as compre: elas chamam por si, têm a vantagem competitiva. Assim, ao candidatar-se a um projeto, também deve tornar-se o candidato que realmente brilha. 

Ninguém é exclusivamente uma coleção de credenciais técnicas, pelo que a sua personalidade e as soft skills devem transparecer. Os seus interesses, paixões e competências pessoais são componentes vitais da sua marca pessoal, pelo que não se deve esquecer de se de se autopromover como um indivíduo interessante e versátil.